Cafe Gratitude – San Francisco

Esse é um post retroativo para falar de um dos lugares vegan mais gostosos de San Francisco, o Cafe Gratitude. A dica foi do artista Thomas Campbell, que disse que tudo lá era delicioso.

A ideia do café é muito legal, mas eles levam tão a sério tudo que chega a ser engraçado. Enquanto escolhíamos nossos pedidos, o garçom começou a explicar de onde vinham as folhas e os legumes que eles usavam, a falar o nomes das fazendas, etc. Tivemos que segurar a vontade de rir, pois era igual àquele episódio de Portlandia, onde a Carrie e o Fred perguntam de onde vem o frango, se ele era feliz, se podiam conhecer a fazenda.

Metade do menu é vegan, e a outra metade é vegan e raw (os alimentos não são cozidos, ou só até certa temperatura). Os nomes dos pratos são engraçados, são coisas como “eu estou renovado”, “eu sou extraordinário”, essas coisas. Engraçado de falar alto. Também tem um prato, chamado “eu sou grato”, que é voltado à comunidade carente. Você pode pedir e pagar o quanto quiser – até mesmo não pagar nada – ou deixar um previamente pago para alguém em necessidade. Considerando a quantidade de homeless no Mission, acho que o café deve ser parte importante do bairro.

Mas vamos ao que interessa: a comida. Eu pedi o prato “I am Warm-Hearted”, que consistia em polenta orgânica grelhada, com espinafres frescos e ragu de cogumelos, com uma farofinha de castanhas que eles chamam de “Brazzilian nut Parmesan”. Simplesmente foi o melhor prato que comi em San Francisco. Tudo era delicioso.

O Lucas pediu um sanduíche que eu não lembro bem qual era. Acho que era gostoso. Olha esses queijinhos da foto, dificil acreditar que é vegan né? Ele também pediu uma bebida muito estranha, feita de algas. Essa não tinha um gosto muito bom, mas era muito saudável.

De sobremesa pedimos uma lemon pie, com sorvete, e um “latte” para acompanhar, com leite de amendoas.

Tudo junto deu em torno de 50 dólares, o que não é muito barato (mas também nem caro) para o padrão de preços da cidade. Para conhecer mais sobre o café – eles inclusive têm um documentário – entrem no site.

One response to “Cafe Gratitude – San Francisco

  1. Pingback: E o queijo ralado? «

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: